No seu grupo de investigação sobre as Sociedades Complexas, o ICArEHB tem vindo a desenvolver importante trabalho centrado da emergência e desenvolvimento do fenómeno dos recintos de fossos durante o Neolítico e Calcolítico. Com grande relevância científica, cultural e de significativo potencial económico, este tipo de património arqueológico encontra-se hoje muito ameaçado pelas reconversões agrícolas com recurso a maquinaria pesada.

A recente afectação do grande recinto da Salvada (Beja) teve eco numa extensa reportagem no jornal o Público, onde o coordenador do grupo expressou as suas preocupações sobre a situação actual, nomeadamente sobre a desarticulação existente entre as instituições com responsabilidades, a qual agrava a situação de ameaça a que o património arqueológico está sujeito.

 

Link para a notícia

https://www.publico.pt/2017/04/23/local/noticia/plantar-oliveiras-sobre-um-recinto-ritual-com-cinco-mil-anos-1768728